vereador pede volta do DOF para maior segurança da região de Fronteira

Publicado em

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

O retorno do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) é o que está pleiteando o vereador Nelsinho Dib, visando reforçar a segurança na região de Corumbá, bem como reforçar as forças militares na fronteira do Brasil com a Bolívia.

Por isso mesmo, ontem, segunda-feira, 20, durante sessão do Poder Legislativo, o vereador apresentou um requerimento endereçado ao governador Reinaldo Azambuja, e ao secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, com cópia ao deputado estadual Márcio Fernandes, solicitando a reinstalação em Corumbá, de uma unidade do departamento.

Explicou que, com o DOF, as forças militares ganharão um “reforço” para as ações de combate aos crimes transfronteiriços, “criando barreiras ao ingresso de drogas e armas em nosso País, tendo como rota de acesso o município de Corumbá”.

COTA ZERO

Em outro requerimento apresentado na sessão desta segunda-feira, Nelsinho solicitou envio de expediente ao governador Reinaldo Azambuja, bem como ao secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, e ao deputado Márcio Fernandes, solicitando a retomada das discussões no sentido de se fazer cumprir o Decreto N.º 15.166, de 21 de fevereiro de 2019, que regulamenta o exercício das atividades pesqueiras no Mato Grosso do Sul, o decreto da cota zero, visando garantir a exploração sustentável dos estoques pesqueiros nos rios de Estado.

Disse que se trata de um pleito que atende reclamos da maioria dos operadores de turismo, técnicos, estudiosos do assunto e, principalmente, toda cadeia produtiva da pesca da região. “Essa medida ajudaria em muito, a minimizar os impactos causados ao setor pesqueiro e ao meio ambiente na região pantaneira”, argumentou.

Nelsinho observa que “dessa forma, teríamos o Mato Grosso do Sul inserido, de forma positiva, no rol dos estados de pescas sustentáveis, onde teríamos, unicamente, a prática do pesque e solte, podendo dessa forma, melhor gerir a segurança, qualidade e sobrevivência das matrizes e a manutenção de estoque pesqueiro”.

INFRAESTRUTURA

Por outro lado, o vereador pediu ao secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Ricardo Ametlla, a abertura da Rua República da Bolívia, entre as Ruas Dom Pedro I e Dom Pedro II, para atender a comunidade da região que planejam construir seus imóveis, mas necessitam de toda infraestrutura necessária para tráfego de veículos, assim como de pedestres.

TRÂNSITO

Para maior segurança de trânsito, o vereador pediu ao diretor da Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat), Paulo André de Araújo Junior, a implantação de faixa de pedestre na Rua Colombo, entre as ruas Frei Mariano e Quinze de Novembro, em frente ao antigo Colégio Adventista que, atualmente, atende a Escola Municipal Pedro Paulo de Medeiros, para maior segurança dos alunos, bem como de outras pessoas que frequentam aquele estabelecimento de ensino, e pedestres que transitam pelo local. Texto/Fonte: Assessoria de Comunicação do Vereador

Mais Artigos

Nota de Esclarecimento.

A Prefeitura de Corumbá informa que 6 pessoas, que integravam o grupo de mais de 300 Brasileiros repatriados na manhã de hoje, dia 04 de março, não conseguiram