Prefeito de cidade de MS é transferido para UTI após contrair Covid-19

Publicado em

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Dois dias depois de publicar um comunicado que seu estado de saúde não era grave, o prefeito interino da cidade de Angélica, a 323 quilômetros de Campo Grande, Aparecido Geraldo Rodrigues (PSDB), foi transferido para uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em Ponta Porã.

A transferência aconteceu neste sábado (3), segundo o site Nova News. Ele foi diagnosticado com Covid-19. O prefeito que é conhecido como “Boquinha” estava em uma unidade de hospitalar em Angélica, mas houve a necessidade de transferência para continuidade do tratamento.

No dia 1º de abril por meio de suas redes sociais, ele divulgou uma nota dizendo que seu quadro clínico não era grave naquele momento e que seu desejo era se recuperar o mais breve possível.

Aparecido Geraldo Rodrigues foi eleito vereador e presidente da Câmara Municipal de Angélica, mas como, o resultado da eleição para prefeito está sub judice, uma vez que o candidato mais votado para o cargo, João Cassuci (PDT), depende de decisão da Justiça Eleitoral para assumir, Boquinha foi designado para o Poder Executivo de forma interina, a fim de que a cidade não ficasse sem governo.

Mais Artigos

Sidrolândia terá nova eleição para prefeito

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em sessão plenária online na noite desta terça-feira (2), negou por unanimidade recurso ao candidato mais votado à prefeitura de Sidrolândia nas eleições