MS reduz taxa de contágio da Covid-19 para 1%, diz secretário de Saúde

Publicado em

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Geraldo Resende disse que com isso a pandemia se estabiliza e pode ocorrer uma decréscimo maior do número de casos e mortes.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, destacou nesta quinta-feira (1º) o fato de Mato Grosso do Sul ter reduzido a taxa de contagio da Covid-19 para 1%.

Ele disse que com isso a pandemia se estabiliza e pode ocorrer uma decréscimo maior do número de casos e mortes.

Resende advertiu porém que isso não significa que a doença está controlada, mas que agora está em um patamar estável, mas ainda alto.

Nesta quinta foram confirmados mais 533 casos novos. A média móvel caiu para 544, mas o estado chegou a 70.239 pessoas infectadas pela doença.

Foram confirmadas mais 8 mortes. O secretário estadual de saúde disse que neste número não estão contabilizados os óbitos de moradores de Campo Grande, porque os dados da capital não foram fornecidos até o horário de fechamento do boletim.

Com mais essas mortes, o estado atingiu 1.311 vidas perdidas para a doença. A taxa de letalidade se mantém em 1,9%.

Por outro lado, o secretário destacou um dado positivo. 63.802 pessoas que contraíram a doença em Mato Grosso do Sul já estão recuperados. Isso representa 90,8%.

O estado tem 5.126 casos ativos, sendo que 4.659 estão em isolamento domiciliar e 467 hospitalizados, dos quais 229 estão em leitos de terapia intensiva (UTIs).

Mais Artigos

Programação do Carnaval de Corumbá

O prefeito Marcelo Iunes lançou na noite dessa sexta-feira, 24 de janeiro, a programação oficial do Carnaval 2020 de Corumbá. O anúncio foi realizado no Centro de Convenções do