Celso de Mello pede a PGR que Bolsonaro deponha em inquérito

Publicado em

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Decano atendeu a pedido de partidos. Além do depoimento do presidente, pede busca e apreensão do celular dele e de Carlos Bolsonaro

A Procuradoria-Geral da República recebeu do ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello três notícias-crimes que pedem novas providências dentro do inquérito que investiga possível interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

Além do depoimento do presidente, há pedidos para busca e apreensão do celular dele e do telefone de Carlos Bolsonaro, filho do presidente e vereador no Rio de Janeiro. O decano Celso de Mello atendeu a um pedido dos partidos PDT, PSB e PV e pediu a manifestação da PGR. 

Lembrando que Augusto Aras, da PGR, já havia manifestado a intenção de convocar depoimento de Bolsonaro.

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello deve decidir ainda, nesta sexta-feira (22), sobre a divulgação do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril. Neste encontro, o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir politicamente na PF (Polícia Federal), de acordo com informações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro.


Mais Artigos

Ação Povo Das Águas Atende Região do Taquari

Realizado pela Prefeitura de Corumbá, com a coordenação da Secretaria Especial de Cidadania e Políticas Públicas, o Programa Social Povo das Águas vai atender, de forma emergencial, os