Prefeito Marcelo Yunes Parceria Com as Forças Armadas

Publicado em

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

O prefeito Marcelo Iunes participou nesta quarta-feira, 05 de fevereiro, das cerimônias de Alteração de Denominação do Grupamento de Fuzileiros Navais (GptFNLa) e do Serviço de Sinalização Náutica do Oeste (SSN6), organizações militares subordinadas ao Comando do 6º Distrito Naval.

Com o propósito de adequar a estrutura administrativa do GptFNLa à participação na diversas operações na área de jurisdição do Com6ºDN, a instituição recebeu a denominação para 3º Batalhão de Operações Ribeirinhas (3ºBtlOpRib). Já o SSN-6 agora é denominado Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste (CHN-6) e passa a incorporar a produção cartográfica própria, aperfeiçoando assim as atividades de levantamento hidrográfico da área de jurisdição do Com6ºDN.

Também foi inaugurada, ainda, a Pista de Liderança, que tem por objetivo testar a capacidade da arte de liderar dos militares do 3ºBtlOpRib e das demais organizações militares subordinadas ao Comando do 6º Distrito Naval. A pista está disponibilizada também para aplicação junto a instituições civis.

“São alterações importantes, que valorizam a presença da Marinha na nossa região e mudam o patamar do 6º Distrito Naval dentro do cenário nacional”, afirmou o prefeito, lembrando que o 6º DN atua na defesa da fronteira com a Bolívia e o Paraguai, além de exercer um papel social fundamental na região pantaneira.

“A Marinha, assim como o Exército e a Aeronáutica, desempenham um serviço importantíssimo com toda comunidade corumbaense e ladarense, principalmente com as famílias residentes em regiões de difícil acesso do nosso Pantanal. Por isso a Prefeitura de Corumbá reitera sua parceria e seu agradecimento a esses parceiros”, completou Marcelo Iunes.

As solenidades contaram com a participação do comandante de Operações Navais, almirante-de-esquadra Leonardo Puntel, do comandante-geral do Corpo de Fuzileiros Navais, almirante-de-esquadra fuzileiro naval Alexandre José Barreto de Mattos, do diretor-geral de navegação, almirante-de-esquadra Marcelo Francisco Campos, e do vice-almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, comandante do 6º DN.

“O Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste vai trabalhar muito próximo do nosso Centro de Hidrografia da Marinha, e tem dois aspectos que eu gostaria de realçar, que são importantíssimos: o primeiro é no aspecto da nossa soberania. Ele vai trabalhar pra contribuir pra atuação do poder naval nessa região, um trabalho que é feito diuturnamente pela nossa diretoria de Hidrografia, navegação e todos os seus braços e dentre eles o nosso Centro”, afirmou o diretor-geral de navegação, almirante-de-esquadra Marcelo Francisco Campos.

“O segundo, não menos importante é o lado econômico a partir do instante que esse Centro vai trabalhar para a segurança da navegação a salvaguarda da vida humana no mar, fazendo com que haja um trabalho atualizado e efetivo pra essa região, fazendo com que o preço do frete seguro sejam reduzidos e atividade econômica, seja cada vez mais incrementada”, completou o almirante-de-esquadra.

“Essa solenidade é um pouco mais do que a alteração de denominação. Na realidade, ela terá sua missão alterada, uma vez que a produção de cartas náuticas aqui da região pantaneira serão realizadas nesse próprio local, fazendo com que a celeridade da produção da batimetria e da produção das cartas sejam mais rápidas e eficazes”, complementou o comandante de Operações Navais, almirante-de-esquadra Leonardo Puntel.

Já o vice-almirante Carlos Eduardo Horta Arentz, comandante do 6º DN, ressaltou a garantia da segurança da navegação nos rios da Bacia do Rio Paraguai. “A realização pelo Centro de Geografia Navegação do Oeste da produção cartográfica na área, seguirá os criteriosos padrões estabelecidos pela Organização Hidrográfica Internacional, ampliando a capacidade de processamento de dados hidrográficas e digitalizando as informações de segurança da navegação, a dinâmica hídrica da bacia do rio Paraguai”, pontuou.

Mais Artigos

Rede Municipal Inicia Aulas Nesta Segunda Feira

A Secretaria Municipal de Educação inicia nesta segunda-feira, 6 de abril, as Atividades Programadas na Rede Municipal de Ensino de Corumbá (REME). Todo processo ocorrerá à distância, sem