impeachment de Bolsonaro: “prioridade é combate ao coronavírus”, diz Maia

Publicado em

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Até o momento, já foram protocolados 30 pedidos de impeachment contra o presidente Bolsonaro, sendo três deles após as acusações feitas por Moro

PUBLICIDADE

Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a prioridade do Parlamento é combater o coronavírus e que, agora, não é o momento para discutir o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. 

Maia explica que o momento é de equilíbrio e paciência. Até o momento, já foram protocolados 30 pedidos de impeachment contra o presidente Bolsonaro, sendo três deles após as acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. 

Maia, que não tem concedido entrevista coletiva para a imprensa nos últimos dias, disse que esse silêncio era necessário para repensar o papel do Parlamento na crise. Na avaliação do presidente da Câmara, as projeções para a economia são dramáticas, e o desemprego vai atingir cerca de 16 milhões de brasileiros.

“Nosso papel é ter paciência. Claro que é legitimo discutir CPIs e outros instrumentos, mas a Câmara, sob a minha presidência, deve agir com paciência e equilíbrio para que possamos tratar do que é mais importante: a vida dos brasileiros”, disse o presidente.

Diante da insistência dos repórteres para que desse uma opinião a respeito dos pedidos de impeachment, afirmou: “Quando você trata de impeachment, eu sou o juiz. Eu não posso tratar de temas cuja decisão é minha, de forma independente.”

Mais Artigos

A Luta Contra a Dengue Continua em Corumbá,MS

Somente em 2020 os agentes de saúde já realizaram mais de 25 mil visitas domiciliares, orientando os moradores a como se prevenir da dengue, eliminando focos, fazendo bloqueio