Alexandre de Moraes rejeita pedido para reconsiderar Ramagem na PF

Publicado em

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Advocacia-Geral da União havia pedido que STF reconsiderasse a decisão que impediu a nomeação e posse de Alexandre Ramagem para a PF

O ministro Alexandre de Moraes rejeitou o pedido da Advocacia Geral da União para que o STF (Supremo Tribunal Federal) reconsiderasse a decisão que suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem para ocupar o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Segundo a decisão, o ministro julgou “prejudicado o mandado de segurança” da AGU, já que decreto presidencial havia anulado a nomeação

“O presente mandado de segurança, portanto, está prejudicado em
virtude da edição de novo decreto presidencial tornando sem efeito a
nomeação impugnada, devendo ser extinto por perda superveniente do
objeto diante da insubsistência do ato coator, conforme pacífico
entendimento dessa Suprema Corte”, afirma o ministro na sua decisão.

Na prática, o processo é arquivado, e o ministro também não irá analisar o pedido de reconsideração apresentado pelo governo. Citando decisões de colegas da Corte, Moraes afirmou que o decreto do presidenete Jair Bolsonaro que anulou a nomeação de Ramagem levou à perda do objeto da ação – a própria indicação.

>

O pedido ao ministro, que concedeu uma liminar impedindo a posse de Ramagem, foi feito na quinta-feira (7). Para suspender a posse, o ministro disse que haveria indícios de que a nomeação não respeitava os princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade.

Ao STF, a AGU pede que o direito e a prerrogativa do presidente de nomear Ramagem para a direção-geral da PF sejam reestabelecidos.

“Dessa forma, sendo incabível a via processual eleita, requer seja o feito extinto sem julgamento de mérito, restabelecendo-se o direito e a prerrogativa do Presidente da República de promover a nomeação de Alexandre Ramagem Rodrigues para o cargo de Diretor-Geral da Polícia Federal”, diz o texto da AGU

Mais Artigos

Corumbá se Previne Contra

Apesar de Corumbá não ter registrado um caso suspeito do Novo Coronavírus, o município está em alerta. O Secretário de Saúde, Rogério Leite explica “há uma projeção de